Buscar
  • CONCQ

Home office perde força e 500 mil voltam ao trabalho presencial em outubro


(Imagem:Reprodução)



Fonte: Contábeis


Com a flexibilização das regras de contenção do novo coronavírus, houve redução do isolamento social e isso afetou o número de pessoas em home office.


De acordo com dados da pesquisa Pnad Covid-19, divulgada nesta terça-feira, 1, em outubro, 7,6 milhões de pessoas trabalhavam de casa. Em setembro, 8,1 milhões estavam trabalhando remotamente. Ou seja, houve uma queda de 500 mil nesse contingente.


A pesquisa mostra a queda do home office mês a mês, conforme a queda do isolamento. Em outubro, 9 milhões de pessoas não tomaram nenhuma medida de restrição para evitar o contágio pela COVID-19, um acréscimo de 3,3 milhões em relação a setembro.


O número de pessoas que disse ficar rigorosamente isolada totalizou 26,3 milhões, o que representa uma queda de 8,2 milhões na comparação com setembro.


Já o número de pessoas que afirmou ter reduzido o contato com outras pessoas, mas que continuou recebendo visitas ou saindo de casa subiu 9,7 milhões, totalizando 93,8 milhões.


Quem afirmou que ficou em casa e só saiu em caso de necessidade somou 80,7 milhões. Esse número reduziu em 4,6 milhões de um mês para o outro.



É fundamental contar com uma assessoria especializada em pequenas e médias empresas. Conte com a CONCQ-Consultoria