Buscar
  • CONCQ

Imposto de Renda 2019

O período para prestar contas junto ao Fisco começou no dia 7 de março, e vai até 30 de abril.

Começa a nova temporada da declaração do Imposto de Renda 2019, o período para prestar contas junto ao Fisco começou no dia 7 de março, e vai até 30 de abril.


Em 2018, diversas alterações foram feitas no programa da Receita para colher mais informações sobre o contribuinte. Entretanto, em fase de teste, responder as novas obrigações era facultativo. Neste ano, porém, é essencial para evitar a malha da Receita Federal.



Quem deve declarar o imposto de renda 2019?


1. Quem tenha recebido rendimentos tributáveis que somaram mais de cerca de R$ 28.559,70. Os rendimentos deverão estar relacionados ao trabalho, aluguéis, pensões e benefícios. Para identificar os rendimentos tributáveis e os rendimentos isentos, a Receita Federal disponibiliza um canal para perguntas e respostas online para esclarecer as regras de todos os casos.

02. Que tenha possuído no último ano, imóveis, veículos e demais bens acima do valor de R$ 300 mil.

03. Pessoas que tenham obtido ganho de capital com venda de imóveis, veículos e outros bens.

04. Pessoas que obtiveram uma receita bruta de atividade rural superior a R$ 142.798,50.

05. Quem preferiu a isenção do Imposto de Renda sobre o ganho de capital obtido em uma venda de imóvel residencial, ao utilizar o dinheiro de forma integral para compra de outro imóvel no Brasil, em um prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda.

06. Quem recebeu acima de R$ 40 mil em rendimentos isentos, como juros de poupança ou do FGTS, não tributáveis como as indenizações do Plano de Desligamento Voluntário e outros tipos na fonte como o 13º salário, os ganhos com aplicação financeira e prêmios de loterias.

07. Quem operou a bolsa de valores, mercadores e títulos futuros ou obteve um ganho de capital com os investimentos realizados no último ano.

08. Quem passou a viver no Brasil no último ano e estava no país no último dia do ano (31 de dezembro).


O contribuinte que deixar para enviar a declaração do Imposto de Renda 2019 depois do prazo permitido, que termina às 23h59 do dia 30 de abril, estará sujeito ao pagamento de multa, que pode variar de R$ 165,74 a 20% do imposto devido, mais juros de mora.


É fundamental contar com uma assessoria especializada em pequenas e médias empresas. Conte com a CONCQ Consultoria.