Buscar
  • CONCQ

Nova tabela de contribuição do INSS dos empregados 2020


(Imagem:Reprodução)


Fonte: Thomson Reuters


Foi publicada no DOU do dia 11/02/2020 a Portaria SEPRT nº 3.659/2020, que divulga a nova tabela de contribuição do INSS dos empregados, empregados domésticos e trabalhadores avulsos em relação à remuneração paga a partir de 1º.2.2020.

O enquadramento da alíquota se dará da seguinte forma:


De 1º.1.2020 a 29.2.2020:


  • Alíquota de 8% para remuneração até R$ 1.830,29;

  • Alíquota de 9% para remuneração de R$ 1.830,30 até R$ 3.050,52;

  • Alíquota de 11% para remuneração de R$ 3.050,53 até R$ 6.101,06.


A partir de 1º.3.2020:


  • Alíquota de 7,5% para remuneração até R$ 1.045,00;

  • Alíquota de 9% para remuneração de R$ 1.045,01 até R$ 2.089,60;

  • Alíquota de 12% para remuneração de R$ 2.089,61 até R$ 3.134,40;

  • Alíquota de 14% para remuneração de R$ 3.134,41 até R$ 6.101,06.


Também foram divulgadas regras em relação:


  • Ao valor do salário de benefício e do salário de contribuição, que não poderão ser inferiores a R$ 1.045,00 nem superiores a R$ 6.101,06;

  • Ao valor da cota do salário-família, que passa a ser de R$ 48,62, para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 1.425,56;

  • Ao reajuste de 4,48% para os benefícios pagos pelo INSS.


Por fim, foi revogada a Portaria SEPRT nº 914/2020, que tratava do assunto.

Para mais informações, acesse a íntegra da Portaria SEPRT nº 3.659/2020.


É fundamental contar com uma assessoria especializada em pequenas e médias empresas. Conte com a CONCQ-Consultoria